Boletim 20.09

20 set 2018

Encontro de Negócios

O Encontro de Negócios, realizado durante o terceiro dia de Equipotel, gerou impacto positivo entre expositores e clientes qualificados que puderam realizar negócios e trocar informações sobre produtos, serviços, soluções e perspectivas sobre o mercado de meios de hospedagem.

De acordo com Gustavo Binardi, diretor da Equipotel, o formato do evento é fundamental para o seu sucesso. “Promover reuniões individuais entre expositores e clientes em um ambiente diferenciado faz toda diferença e contribui para alavancar os negócios do setor de hospitalidade e meios de hospedagem”, explica.

Para João Paulo Sereno, supervisor comercial da Desbravador Software, o Encontro se mostrou eficaz e assertivo para realização de negócios. “O pessoal veio bem focado e sabendo o que queria. Nos reunimos com pessoas qualificadas que vieram com o intuito de adquirir nossos softwares de gestão”, destacou o executivo, que afirmou ter interesse em voltar na próxima edição.

Participando pela primeira vez da experiência de negócios, Gilson Campos, gerente comercial da Alliance Laundry Systems, destacou o dinamismo do encontro como fator preponderante para celebração de novos negócios. “A dinâmica do evento é bem interessante e nos dá a possibilidade de realizar negócios futuros. Estamos com uma negociação bem encaminhada e esperamos bater o martelo já no nosso estande”.

Já Evelissa Mendes, gerente de operações do Natal Grand Hotel, ressaltou a organização do encontro e comprometimento dos expositores em levar conteúdo relevante para os visitantes convidados. “A Equipotel é muito rica, mas às vezes não conseguimos conversar com o empresário no estande porque o fluxo de pessoas é alto e o Encontro de Negócios permite trocar experiências e realizar negócios de forma estratégica”, comentou a executiva do Rio Grande do Norte.

A empresária Vanusa Nascimento Tauil Doce Alves, diretora do Grupo TTN Empreendimentos, destacou a agilidade e aprovou o modelo de experiência de negócios implementado pela organização da Equipotel. “É o segundo ano que participamos da feira, mas o primeiro no Encontro de Negócios. Foi bem objetivo com reuniões rápidas que abriram o portfólio para conhecermos os estandes e os produtos dos fornecedores. Uma gama muito grande de produtos para nosso ramo de atuação”, finalizou Vanusa que conta com hotéis e motéis nos estados de Ceará e Piauí.

Posse diretoria ABMotéis

O moteleiro e administrador de empresas Felipe Martinez, assumiu a presidência da Associação Brasileira de Motéis em cerimônia realizada nesta quinta (20) na Equipotel. Ele assume o lugar de Eusébio Ribeirinha no triênio 2018-21 e diz que vai seguir com o trabalho de profissionalização do segmento iniciado pela associação desde sua origem há seis anos.

Na cerimônia também tomaram posse os novos diretores da entidade, que representa a mais de 2 mil estabelecimentos em 17 estados brasileiros e no Distrito Federal. No discurso de posse, Martinez reforçou que a associação vai continuar trabalhando para melhorar a imagem dos motéis e incentivar ainda mais a profissionalização do segmento. “Hoje, perdemos mais clientes para o preconceito que para a concorrência”.

Ele disse que pretende ampliar o alcance das ações que a entidade já realiza para difundir boas práticas de hospitalidade no meio moteleiro. Uma dessas ações é o Chefe no Motel, que visa agregar à experiência de intimidade um contorno gastronômico. Além dela, as iniciativas de atração de hóspedes Love Week, na semana dos namorados, e a Black Monday, em novembro, continuarão a ser capitaneadas pela entidade na sua gestão. 

Martinez também pretende implantar um projeto pioneiro de aproximação com universidades que formam profissionais para o segmento hoteleiro. A iniciativa, que será realizada em parceria com a Associação Paulista de Motéis, tem por objetivo desmistificar o motel como um meio de hospedagem secundário e referenciá-lo como um bom local de trabalho para os futuros profissionais da área.

Em relação à profissionalização, Martinez aproveitou para divulgar os eventos de qualificação que a entidade fará em sua gestão, outro pilar de atuação. Em outubro, no dia 25, a entidade promove o Fórum de Gestão Moteleira em Salvador (BA). No dia 29 de novembro, o mesmo fórum vai ser realizado em Brasília (DF). A ideia é que seja levado a várias cidades brasileiras, num formato itinerante.

Por fim, Martinez destacou o papel da Equipotel na consolidação do segmento. Ele lembrou a importância de iniciativas como o Motel Design, um espaço conceitual que traz propostas de arquitetura e decoração para motéis, para difundir conceitos de hospitalidade que reforçam a experiencia sensual, mas longe do estereótipo erotizado. “Queremos que o Motel Design seja cada vez maior”. O Motel Design já conta com seis edições na Equipotel.

Conteúdo: Congresso de Hospitalidade | Fórum

Teve início na manhã desta quinta (20) o 1º Congresso de Hospitalidade da Equipotel. Gustavo Binardi, diretor da feira, abriu o Fórum de Hospitalidade Para o Mercado Sênior que, segundo dados do IBGE é o que mais cresce no país, com a população brasileira com 60 anos ou mais tendo crescimento previsto de 4% no período entre 2012 e 2022, podendo chegar aos 41,5 milhões de pessoas em 2030. Após sua apresentação, Binardi chamou ao palco Maria Carolina Lourenço, da Somos Educação, para apresentar o primeiro livro sobre o tema no Brasil “Marketing para o público sênior: os segredos para construir uma empresa age-friendly”.

Na sequência, a consultora Henriette Krutman palestrou sobre a hospitalidade na indústria de residenciais para idosos. Ela começou explicando que o conceito se vincula a um contexto territorial especifico que concentra pessoas numa experiência (sensação) de sentir-se “em casa”, o anseio humano por ser acolhido com cortesia e empatia. E para exemplificar isso usou a proposta do Programa Cidade para Todas as Idades, idealizado pelo Dr. Alexandre Kalache. Segundo a iniciativa, o eixo fundamental deixa de ser apenas voltado para um envelhecer com saúde e amplia-se para um envelhecimento ativo e saudável, mantendo os idosos independentes, autônomos, participativos, gozando de boa saúde, cultivando vínculos e adquirindo novos conhecimentos.

Complementando a temática, Nívia Pires, do Residencial Israelita Albert Einstein, trouxe para os congressistas um pouco da história de como surgiu a instituição e de que forma atuam hoje com seus 140 residentes, dos quais 100 são casos sociais. Seguem o Pantree, um modelo de atendimento para instituições de saúde que valorizam o bem-estar e a opinião de seus pacientes e familiares, que oferecem ambientes saudáveis e propícios para a cura e incentivam a interação com a equipe assistencial, proporcionando uma experiência humanizada e desmistificando o tratamento. “Somos seres humanos cuidando de outros seres humanos”, destacou, explicando que o processo de mudança para um ILPI (instituição de lonfa permanência para idosos) nem sempre é fácil e precisa ser estruturado de forma a atender e auxiliar os residentes e seus familiares da melhor maneira possível, sempre levando em consideração a bagagem emocional de cada um.

Fechando a primeira manhã do Fórum, Roberto Lobo, fundador do Vivace, e Dr. Marcelo Levites, diretor Médico do Pró Vita e Vivace, se juntaram a Henriette e Nívia para um debate sobra o mercado sênior e a realidade das ILIPs no Brasil.

Conteúdo: Congresso de Hospitalidade | Disney

Na parte da tarde, foi a vez de David Lederman, presidente da Lederman Consulting & Education e promotor autorizado do Disney Institute no Brasil, subir ao palco do Congresso de Hospitalidade da Equipotel para aplicar os 2 primeiros módulos do workshop “O jeito Disney de encantar clientes”.

Ele deu inicio a sua apresentação afirmando que “é muito mais difícil melhorar no ponto da excelência do que fazer o arroz com feijão direitinho”, e que a proposta para esses dois dias de curso era inspirar os participantes a subir na curva de excelência, seja qual for seu cargo ou área de atuação. Usando exemplos práticos dos empreendimentos com a marca Disney, Lederman destacou as 4 diretrizes utilizadas para melhorar a experiência do cliente:  segurança, cortesia, espetáculo e eficiência.

Em resumo, ele afirma que encantamento é uma cultura e atitude. Um processo estruturado, pensado e planejado para surpreender o cliente além das suas expectativas, com dedicação aos momentos mais expressivos e toda a atenção aos detalhes e emoção. 

Experiência: Motel Design

Contando com o segundo maior contingente de empreendimentos de hospedagem em capitais brasileiras, segundo a pesquisa "Serviço de hospedagem" (IBGE), o setor moteleiro ganhou um espaço exclusivo na Equipotel, o "Motel Design". O ambiente, com curadoria da ABMotéis, apresenta uma suíte-modelo de 320m² com aplicação de produtos e conceitos contemporâneos do mercado. Além da mostra, está acontecendo o Guia de Motéis Talks, ciclo de palestras com curadoria de temas e palestrantes realizada pelo Guia de Motéis, maior portal de informações do setor que cresce e se moderniza, tendo bons resultados ano após ano.

Em momento de crescimento, com consultorias como a Zeax projetando que até 2020 o setor movimentará R$ 10 bilhões por ano, os motéis enfrentam também um momento de adequação. Dentre os motivos, a mudança do perfil do público consumidor, que é cada vez mais composto por casais buscando ambientes diferentes e diferenciados para a relação íntima. Para se adequar à nova realidade competitiva do mercado, os empreendimentos passam pela necessidade de acrescentar o conceito da hospitalidade em seus negócios.

"Para nós, hospitalidade é gerar resíduos de memória valiosos para nossos clientes. Buscamos agregar em nosso negócio uma experiência que une hospedagem, gastronomia e entretenimento para o casal que deseja curtir bons momentos. Para que esse casal opte trocar o ambiente da sua própria casa pelo motel, temos que fazer disso uma experiência marcante, redobrando os cuidados com o serviço, além do cuidado e carinho ao recebê-lo. Cada vez mais essa experiência deve ser personalizada para garantir sua preferência e uma boa recomendação”, declara Leonardo Dib, diretor do motel Lush e AB Motéis.

Setor: Cuidados & Limpeza

Dentre os destaques, a Makita, tradicional empresa de origem japonesa, estreia na Equipotel para apresentar ao mercado da hospitalidade sua linha de produtos específica para o setor. Dentre os destaques, o RoboPró (vencedor do selo da hospitalidade), que faz varredura e aspiração automatizada e o multifuncional DCU180, um carrinho de transporte à bateria, capaz de carregar até 130kg sem exigir nenhum esforço de quem está manuseando.  “A feira está sendo uma grande oportunidade de mostrarmos a Makita para o setor hoteleiro. Conseguimos ótimos contatos, aproveitamos muito as rodadas de negócio e temos excelentes perspectivas de inserção dos nossos produtos no segmento”, Graziela Lourenzoni, gerente de produto da Makita.

Bruno Mena, CEO da Wier, demonstrou grande satisfação com o evento até aqui. “Essa é a nossa terceira participação consecutiva na Equipotel. Hoje, no terceiro dia de feira, podemos dizer que nossas expectativas foram superadas. Fomos procurados da abertura ao fechamento pelo setor hoteleiro e moteleiro, para que apresentássemos nossas máquinas, que trazem a tecnologia do plasma frio, capaz de higienizar e desodorizar qualquer ambiente”. A Wier, empresa nacional, foi uma das contempladas com o Selo Hospitalidade com o Oz Pro, que une a tecnologia de plasma frio, característica marcante dos produtos da empresa, com o gás Ozônio, que permite alta eficiência na higienização.

Setor:  Décor & Conforto

A Sigmma, empresa que desenvolve móveis e superfícies com a Corian, material à prova de manchas e resistente a variações térmicas e de humidade. “A feira está bem estruturada, acredito que os visitantes estejam com o real interesse de conhecer nossos produtos e novidades. A absorção foi muito boa, nosso estande esteve muito movimentado. Estamos muito satisfeitos com a Equipotel nesse ano. Identificamos também uma ótima estruturação da comunicação da feira, que conseguiu converter visitantes de interesse para o evento, trazendo resultados para o expositor.” comentou Márcia Vilas Boas, supervisora comercial e de marketing da Sigmma.

A Gazin, empresa paranaense que atua nos mais diversos segmentos, apresentou na feira sua nova linha de colchões, além de produto inovador, o colchão com entrada USB, que esteve à disposição do público no Lounge da empresa dentro do Hotel Design. Para a empresa, o diferencial da Equipotel está no público visitante. “A feira está superando todas as expectativas. O que mais gostamos aqui na Equipotel são as visitas qualificadas, voltadas à negociação. Todos vêm com orçamento, não só para ver os nossos produtos” comentou Wesley Alves, gerente de marketing da Gazin.

Setor:  Lazer & Entretenimento

A Speed Kids foi um dos estandes mais chamativos da Equipotel. Trazendo um equipamento completo para parque aquático, a empresa é a única fabricante desse tipo de solução em território nacional. Com clientes como o Club Med e o grupo Privé, de Caldas Novas, a Speed Kids participa da Equipotel devido ao potencial de negócios que a feira oferece para o ano todo “A Equipotel é um evento muito importante para nós. Como nossos produtos tem alto valor agregado, sabemos que o processo de compra é mais demorado. Dessa forma, a Equipotel é fundamental, pois nos gera leads de venda para os 365 dias do ano, não se resumindo só ao período da feira”, declarou Fernanda Romano, gerente comercial da Speed Kids.

Trazendo uma inovação tecnológica que já está presente em mais de 1000 escolas públicas e particulares no Brasil, a Play Move apresentou ao setor hoteleiro a Play Table, mesa de jogos eletrônicos com conteúdo educativo para crianças a partir dos 3 anos. “Após nossa inserção plena no mercado da educação, recebemos o input de alguns clientes de que haveria espaço para o nosso produto na área do entretenimento. Pensando nisso, a Equipotel passou a ser um evento obrigatório para a Play Move. Aqui conseguimos apresentar nosso produto não só para o setor hoteleiro, mas também para bares e restaurantes, que podem incrementar seu espaço destinado às crianças com um produto educativo e divertido, garantindo aos pais mais tranquilidade para aproveitar, não só porque as crianças estão se divertindo, mas também pelo fato dessa diversão ser aprovada por psicólogos, fonoaudiólogos e pedagogos.”. O produto, no entanto, não atrai apenas as crianças. Os jogos são interativos, permitem até 6 jogadores e são desenvolvidos pela própria Play Move e estúdios internacionais. “Comentamos internamente que o produto é indicado para crianças de 3 a 99 anos, pois muitos dos nossos jogos acabam divertindo até mesmo os pais, que ganham mais uma alternativa para se divertir junto com seus filhos”, complementou Josiani Rezendes, coordenadora de marketing da Play Move.

 


132917

Publicidade:

Aplicativo de Celular
O aplicativo gratuito em breve estará disponível para download nos sistemas Android e iOS.
Seja avisado



Newsletter

Preencha o formulário abaixo para receber as novidades da Equipotel. Fique por dentro de tudo o que acontece.

Cookies são utilizadas para operar este site e para melhorar a sua usabilidade. Os detalhes completos sobre o que são os cookies, por que os usamos e como você pode gerenciá-los, podem ser encontrados na nossa página Privacidade & Cookies. Por favor, leve em consideração que ao utilizar este site você concorda com o uso de cookies.